Cirurgia Robótica
Precisa, eficaz e segura

 

 

Originalmente desenvolvido pelo exército do Estados Unidos, a tecnologia robótica foi idealizada para permitir a realização de cirurgias em soldados feridos no campo de batalha, que deveriam ser executadas por cirurgiões localizados à distância. Esta técnica cirúrgica consiste em uma adaptação da cirurgia laparoscópica, a qual permite ao cirurgião a realização de procedimentos minimamente invasivos através de pequenas incisões. O advento do robô trouxe maior precisão cirúrgica e possibilitou que procedimentos complexos fossem realizados de forma segura. Por permitir uma visualização ampliada do campo cirúrgico, em alta definição e tridimensional (3D), o uso do robô garante um melhor acesso e visualização das estruturas anatômicas, possibilitando uma cirurgia mais precisa, eficaz e segura. 

 

Como funciona o robô?

 

 

 

O ROSA Knee System auxilia os cirurgiões na realização da Artroplastia Total do Joelho (ATJ) com recursos para auxiliar nas ressecções ósseas, além de avaliar o estado dos tecidos moles para facilitar o posicionamento do implante no intraoperatório.  

 

Quem opera: o robô ou o cirurgião? 

 

 

 

Diferentemente do que muitos podem imaginar, o robô não funciona de forma autônoma, todos os movimentos realizados por ele na verdade são controlados pelo cirurgião. A função do sistema robótico é permitir ao cirurgião um movimento mais preciso e delicado, com uma visualização mais acurada e em uma posição no console que evita o cansaço ao longo da cirurgia. O robô nunca toma decisões próprias, nem executa comandos que não tenham sido ordenados pelo cirurgião.  

 

Quais são os benefícios da cirurgia robótica?  

 

 

Através da cirurgia robótica, pode-se realizar cirurgias complexas, e ao mesmo tempo delicadas, que poderiam ser difíceis ou impossíveis por outros métodos. Há um controle preciso da cirurgia e uma visualização magnificada das estruturas. Os benefícios da cirurgia robótica, incluem:  

 

  • Menor perda sanguínea
  • Menor dor no pós-operatório
  • Menor tempo de hospitalização
  • Retorno mais precoce às atividades normais do dia-a-dia
  • Frequentemente propiciam um melhor desfecho clínico global
  • Cicatrizes menores
  • Menor taxa de complicações, como infecção de sitio cirúrgico, por exemplo

 

Qualquer cirurgião pode realizar cirurgia robótica? 

 

 

Não. Para um cirurgião ser apto a realização de uma cirurgia robótica ele deve passar por um treinamento específico e então precisa se mostrar capaz de obter uma certificação que lhe garanta poder executar os procedimentos cirúrgicos sem estar acompanhado de alguém mais experiente.